Yuki Kawauchi fez top-20 em Chicago e sentiu-se "envergonhado"

Mo Farah roubou todas as atenções pelo seu triunfo e recorde europeu, mas a Maratona de Chicago contou com mais uma performance de relevo de Yuki Kawauchi. O citizen runner concluiu com êxito a sua nona maratona da temporada, ao cruzar a linha de meta na 19.ª posição, com um tempo de 2:16:26 horas, um registo dez minutos mais lento do que o de Mo Farah, mas que merece naturalmente o aplauso, especialmente tendo em conta o calendário nada normal do nipónico. Ainda assim, após cruzar a meta, Kawauchi admitiu estar... envergonhado (tal como dissera aquando da Maratona de Wakkanai Heiwa).

"Simplesmente não me conseguia mexer... Tive problemas no treino em calor no verão. Sei que alguns dos meus resultados nessa fase não foram bons, mas pensei que iria conseguir um bom resultado aqui. Sinto-me envergonhado por ter feito este tempo em Chicago e este registo vem reforçar ainda mais a minha opção de deixar o meu trabalho, de forma a poder ir para algum lugar mais ameno no verão, para treinar de forma a ser mais competitivo", disse o nipónico, que é um dos poucos atletas de elite que não é profissional (irá passar a ser em 2019).

Refira-se que Chicago assistiu a uma grande performance de um atleta japonês, com Suguru Osako a fixar um novo recorde nacional, com 2:05:50.

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Acompanhe todas as novidades da Liga Allianz Running by Record
 

 

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão