Telma Duarte: «Uma prova cinco estrelas!»

"Tudo cinco estrelas". É desta forma que Telma Duarte, vencedora do Trail Longo do Trail Moinhos e Cruzeiros de 2017, nos 'apresenta' a prova do distrito de Braga da Liga Allianz Running by Record, que este fim de semana decorre em Lemenhe, Famalicão. Telma Duarte não defenderá o título - irá apenas participar na caminhada, por estar grávida de 28 semanas -, mas aproveita a oportunidade para passar os seus conhecimentos a quem no domingo se vai aventurar pelos trilhos minhotos.

"Desfrutem ao máximo. Eu quando ia era para ganhar, mas acima de tudo devem aproveitar o contacto com a natureza e com os outros", aconselhou a atleta de 32 anos, natural de Santo Tirso, que do Trail Moinhos e Cruzeiros destaca a "excelente organização, desde os trilhos bem marcados, convívio e os participantes". "Como sou da zona de Santo Tirso, gosto de participar nas provas que sejam da zona. Aconselho todos os que são de cá para o fazerem, porque é uma zona muito bonita, que não conhecia", referiu.

Assistente comercial, Telma Duarte admite que tinha como hábito treinar entre duas a três vezes por semana e que, ao fim de semana, substituía a missa pelas... provas. "Em vez de ir à missa ia fazer uma prova. Por gostar de correr, mas também com o objetivo de ganhar. Gosto do contacto com a natureza. Mesmo grávida continuo a correr, mas não ao nível competitivo. Quem faz desporto nunca consegue deixar", confessa esta "ex-fumadora e muito sedentária", que foi puxada para a corrida pelo seu companheiro. "Comecei a adorar correr, principalmente na montanha e foi um pouco por aí. Queria entrar numa prova e superar-me. De não correr passei aos trails longos. Sou mais rápida do que resistente", explica.

A finalizar, Telma Duarte deixa elogios a quem está agora a começar. "Muito importante é treinar. Eu fiz o meu primeiro trail e assustei-me. Convém começar a treinar, pois podemos ter lesões que são difíceis de contornar. Aconselho a começar por caminhada, para perceber o que o corpo diz deste esforço. Correr no monte tem muitas condicionantes e convém saber o que podemos fazer. O corpo consegue tolerar durante alguns anos, mas depois pode sofrer sequelas. É importante preparar o corpo para a prova", concluiu.

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Acompanhe todas as novidades da Liga Allianz Running by Record

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão