Sem-abrigo condenado a prisão por fraude na Maratona de Londres

Stanislaw Skupian, um sem-abrigo de 38 anos, foi esta quinta-feira condenado a 16 semanas de prisão, devido a um ato de fraude aquando da Maratona de Londres deste ano.

Depois de ter apanhado o dorsal de um concorrente a cinco quilómetros da meta, decidiu começar a correr e cruzar a linha de chegada, recebendo naturalmente a medalha de 'finisher', tão desejada por muitos. O problema é que Stanislaw Skupian não era um 'finisher', pois não tinha percorrido os 42,195 metros regulamentares e, para mais, estava a utilizar o dorsal de Jake Halliday, que o havia perdido durante a prova.

Skupian foi condenado por um crime de fraude pelo ato na Maratona de Londres (13 semanas) e ainda por três de roubo (3 semanas), ainda que não estejam relacionados com o caso. "Na altura ele não entendeu aquilo como algo errado. Dedicou o feito ao seu filho de sete anos e aos sem-abrigo, para os inspirar e mostrar que coisas boas podem acontecer a todos", declarou a advogada Jameela Jamroz.

Refira-se que o dono do dorsal estava a fazer a maratona por uma causa solidária (pela Bloodwise, para qual garantiu 55 mil euros), tendo sido removido do percurso pela organização a 300 metros da meta, por estar a correr sem o seu dorsal (que perdera ao retirar a sua camisola, naquela que foi a Maratona de Londres mais quente da história).

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Acompanhe todas as novidades da Liga Allianz Running by Record
 

 

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão