Os 10 mandamentos para uma corrida de 10 km!

1. Não é necessário programar sessões longas de treino ao preparar-se para a prova. Além de não ajudar a sua condição, exercícios em excesso podem causar uma sobrecarga nos seus músculos, tendões e articulações. Ser um corredor impaciente e impulsivo só leva ao fracasso.

2. O descanso é fundamental. Esse é o período de recuperação que fará o seu corpo assimilar o trabalho realizado.

3. Corridas, longas, lentas e contínuas são essenciais para a sua preparação. Esses treinos trabalham a sua resistência e devem ser feitos numa velocidade moderada.

4. As séries melhoram a sua potência aeróbica. As mudanças de ritmo constantes e os exercícios em subida ajudam a que tenha mais resistência muscular.

5. Controle o ritmo da sua corrida. Para isso, é preciso conhecer bem o seu corpo e condição física. Para isso é preciso respeitar os seus limites.

6. Fortaleça o abdómen. Ter uma barriga fortalecida ajuda a manter a postura na corrida. Não se esqueça de fazer abdominais após os treinos.

7. Faça exercícios para as pernas. A força influencia diretamente no rendimento do corredor. Desenvolver a sua capacidade física, acelera a sua recuperação muscular, diminui os riscos de lesões e melhora a sua técnica de corrida.

8. Combine a corrida com outros desportos. Além de sair para correr, programe-se para pedalar ou nadar um dia na semana. Escolha a actividade conforme os seus gostos e habilidades. Essas outras práticas permitem que possa descansar da rotina da corrida.

9. Comer bem ajuda a correr mais e melhor. Não é preciso seguir dietas rígidas nem mudar radicalmente a sua alimentação. O mais indicado é balancear as suas refeições como, por exemplo, evitar alimentos industrializados, ingerir mais verduras e legumes, diminuir o consumo de doces e refrigerantes entre outras atitudes saudáveis para o organismo.

10. Hidrate-se bem. Na medida em que o corpo perde água, o rendimento diminui. Com a redução da quantidade de água no organismo, o volume sanguíneo fica menor, consequentemente, o coração recebe e bombeia menos sangue. Assim, com o esforço e a aceleração cardíaca, a fadiga aparecerá mais rápido. Para não deixar que isso ocorra, beba água constantemente, em pequenos goles, principalmente antes e depois do treino. Se preferir opte por bebidas isotónicas que ajudam a recuperar os sais e minerais perdidos.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão

Notícias

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

  • 01JAN 01h00

Notícias mais vistas

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00

01JAN 01h00