Maia foi a capital do entusiasmo

Daniel Pinheiro, do Águias de Alvelos, e Jéssica Pontes, do Sp. Braga, foram os vencedores da Corrida Fernanda Ribeiro, de 10 km, que decorreu na Maia e que contou também para a Liga Allianz Running Record.

A prova masculina foi bastante equilibrada e muito disputada até ao final, entre o primeiro e Mihail Ialev, do Sp. Braga, acabando por vencer Daniel Pinheiro por uma diferença de apenas 4 segundos.

Já no sector feminino, Jéssica Pontes terminou com uma distância considerável para a segunda, Liliana Rocha (RunRiver), que cortou a meta quase três minutos depois.

A manhã foi, de resto, de grande agitação frente à Câmara Municipal da Maia, local onde foi instalada a partida e chegada para os cerca de 1.300 atletas que participaram na corrida de 10 km e numa caminhada de 4 km, proporcionando uma importante atividade desportiva para os competidores que têm objetivos planeados na modalidade e também para quem apenas quis desfrutar da prática de exercício físico.

O presidente da autarquia da Maia, António Silva Tiago, mostrou-se muito satisfeito com a projeção da prova. "Este tipo de iniciativas representa a dinâmica do desporto por parte da juventude e da comunidade concelhia. Somos fortes nesta área e queremos continuar a ser", referiu o edil, antes de elogiar a parceria com a Academia Fernanda Ribeiro. "Queremos que continue por cá, para nos ajudar a crescer, como tem acontecido ao longo destas cinco edições da corrida", sublinhou, acrescentando que a presença da campeã olímpica é importante para "continuar a desenvolver o desporto no concelho". António Silva Tiago abordou ainda o forte investimento que está a ser feito em infraestruturas desportivas e que deverão ficar concluídas em breve. "No verão deste ano vamos inaugurar a cidade desportiva da Maia, onde estamos a investir cerca de 5 milhões de euros para transformar a zona desportiva num espaço que será também de lazer e fluição para a comunidade do concelho."

A organização também não escondeu a satisfação pela forte adesão, que confirmou o crescimento da prova a nível nacional. "Queremos que seja uma referência para as pessoas usufruírem na vertente da saúde e do lazer, e a parceria que tivemos com o Record valorizou ainda mais, porque colocou a prova com uma projeção nacional", sustentou José Costa.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão