João Oliveira pulverizou recorde em edição histórica do ALUT

Com um tempo de 41:40 horas, o ultramaratonista João Oliveira conquistou no último fim de semana a segunda edição do ALUT ( Algarviana Ultra Trail), repetindo a façanha do ano transato, tendo para mais obtido uma melhoria incrível no tempo final, ao retirar uma hora e 24 minutos em relação ao que fizera em 2017. Em segundo lugar ficou o japonês Wataru Lino (quase cinco horas depois do vencedor) e em terceiro João Faustino (doze horas depois). Nas senhoras, e depois de em 2017 a única participante não ter terminado, desta feita houve mesmo finishers. Venceu a francesa Sylvie Mathis (com 60 horas), à frente de Patrícia Carvalho e de Cidália Martins.

Organização satisfeita

Em jeito de balanço, a oganização do ALUT mostrou-se agradada com o resultado final e também pelo facto de a prova ter cumprido um dos seus propósitos, que passava por mostrar o Algarve de uma forma diferente. "A prova superou todas as expetativas em termos de participação de atletas, equipas de apoio, famílias e envolvimento dos organismos e população locais", confessou Bruno Rodrigues.

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Acompanhe todas as novidades da Liga Allianz Running by Record
 

 

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão