Garmin Forerunner 735xt: Para triatletas mas não só...

Autor: Fábio Lima

Quando nos chegou às mãos (ou ao pulso...) o Garmin Forerunner 735xt, rapidamente percebemos que tínhamos ali um modelo que iria captar as nossas atenções. Desenhado a pensar nos triatletas, mas com tudo o que um ‘normal’ corredor pretende, este modelo da marca norte-americana destaca-se logo pela dimensão e leveza, o que muitos corredores agradecerão.

Com sensor cardíaco integrado no pulso - foi o primeiro relógio da marca a ter a tecnologia Elevate -, o 735xt foi o nosso relógio durante cerca de dois meses, com duas maratonas e muitos treinos pelo meio, o que nos permitiu ir captando todos os seus pontos positivos e negativos, desde aquilo que ia registando nas atividades, como também nos dados no dia a dia.

E começando nos pontos positivos detetados podemos ir já diretamente para a eficácia do GPS, que nos deu dados de corridas praticamente perfeitos, para lá de ser bastante rápido a captar o sinal antes de avançarmos para as nossas atividades. Neste campo, refira-se, o 735xt dispõe também do sistema de localização Glonass, o que naturalmente nos alarga a eficácia de deteção e de registo.

Positiva é também a autonomia da bateria, com duração aproximada de até 14 horas em modo GPS, o que acaba por ser  importante para quem treina praticamente todos os dias ou até mesmo para quem vai enfrentar um triatlo. De resto, na rapidez de carregamento reside também uma das vantagens deste modelo, já que num ápice conseguimos tê-lo a 100%, pronto para novos desafios.

Desafios esses que, para lá das três modalidades do triatlo- corrida, natação e ciclismo, todos detetáveis também em ambiente interior -, podem também passar por esqui cross country, desportos com raquetes ou musculação. É certo que não tem a longa lista de atividades que outros modelos dispõem, mas para o mais comum dos utilizadores até acaba por ter... de mais. E se o seu foco for o triatlo, saiba que neste 735xt pode facilmente fazer a transição de um desporto para o outro no meio da atividade sem qualquer problema.

Voltando um pouco atrás, falemos do sensor cardíaco no pulso, que para lá de nos livrar da necessidade de utilizar uma cinta para captar os dados, nos permite manter um controlo importante da nossa condição física. Refira-se, contudo, que o sistema de deteção da frequência cardíaca não funciona debaixo de água.

Todos os dados no ecrã

No treinos podemos acompanhar as diferentes métricas no pulso, tendo a possibilidade de as personalizar ao nosso gosto, de forma a termos acesso rápido aos dados que nos interessam. Este relógio dispõe ainda capacidade para programar treinos compostos, uma ferramenta cada vez mais utilizada pelos atletas atuais, sempre focados em atingir mais e melhor.

De resto, tal como grande parte dos modelos da Garmin, permite sincronização com o telemóvel através da aplicação Garmin Connect, na qual podemos personalizar o nosso relógio, desde adicionar funcionalidades ou até mesmo colocar a ‘watch face’ ao nosso gosto. E se falamos na ‘cara’ do relógio, de notar que o ecrã deste modelo não é touch, o que para nós, confessemos, é uma vantagem, pois torna a navegação em atividade bem mais prática.

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Acompanhe todas as novidades da Liga Allianz Running by Record
 

 

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão