Atleta francês corre com um olho tapado minutos depois de ser agredido e mesmo assim vence prova

26JUN 11h43

Este sábado ficou marcado na vida de Wilfried Happio como um dia que certamente não irá esquecer, tanto pela positiva como pela... negativa. O atleta francês foi agredido minutos antes de disputar a final do campeonato desse país dos 400 metros barreiras e optou por não desistir da prova, que acabou por vencer apesar do pânico e de ter corrido... com um olho tapado.

Segundo explica o 'AS', tudo aconteceu quando Happio fazia exercícios de aquecimento nas instalações do Lycée Malherbe, uma escola secundária a cerca de 500 metros do palco da competição. Nessa altura, "aproximou-se um desconhecido e perguntou a identidade de Happio, para confirmar que se tratava mesmo dele. Ao receber resposta afirmativa, o indivíduo aplicou vários golpes ao atleta de 23 anos".

Ora, apesar do incidente, o gaulês parece não ter ficado (muito) abalado ou, pelo menos, não o demonstrou. A correr com um penso no olho esquerdo, preso por uma fita de cabelo, Happio conquistou o título com a marca de 48,57 segundos, a quinta melhor da história do país.

"Não quero parar para falar sobre isso. O caso está a ser analisado e há pessoas competentes a trataram do assunto. Se falarmos da corrida, reconheço que só com um olho é mais complicado. Mas as sensações foram boas, estou feliz por atingir isto e fisicamente estou bem", reconheceu o francês após a prova.

Happio

Recomendadas

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão