«Pote congelou o Dortmund»: o apuramento do Sporting aos olhos da imprensa internacional

25NOV 09h28

O Sporting surpreendeu a Europa ao bater o Borussia Dortmund por 3-1, resultado que serviu para os comandados de Rúben Amorim assegurarem a qualificação para os oitavos de final da Liga dos Campeões ainda antes da última jornada da fase de grupos da prova milionária.

O triunfo dos leões em Alvalade, juntamente com a exibição de Pote, não passou despercebida à imprensa desportiva internacional. Veja aqui a análise de alguns dos principais meios de comunicação.

'Corriere dello Sport'

"O Sporting sabia que tinha que ganhar a todo o custo por dois golos de diferença para qualificar-se para os oitavos de final e a pressão ofensiva da equipa começou a ter forma aos 39 minutos, momento em que Pote congelou o Borussia Dortmund. A segunda parte começa com Emre Can no campo, mas só por lá ficou até aos 75', altura em que viu o cartão vermelho. A inferioridade numérica fez-se notar no Dortmund, que sofreu o 3-0, de Pedro Porro, aos 81 minutos, na recarga ao penálti de Pote defendido por Kobel. Malen reacendeu os instantes finais da partida com o 3-1, mas não foi suficiente para evitar a eliminação dos oitavos de final e a qualificação do Sporting."

'Globoesporte'

"Uma grande volta por cima, com autoridade e vaga selada por antecipação. O atual campeão nacional português, o Sporting venceu o Borussia Dortmund por 3-1, esta quarta-feira, no estádio José Alvalade, em Lisboa, e garantiu a classificação para os oitavos de final da Liga dos Campeões. Foi aos nove pontos, assumiu a segunda posição do Grupo C, atrás do líder Ajax. O português Pedro Gonçalves foi o destaque da partida. Fez dois golos na primeira parte, aos 30 e 39 minutos, e podia ter completado o hat-trick na etapa final. Mas desperdiçou o penálti, defendido pelo guarda-redes turco Gregor Kobel. Na recarga, Pedro Porro atirou de cabeça para a rede, aos 36 minutos [da segunda parte]."

'Kicker'

"Schulz-Patzer inicia a saída do Dortmund em Lisboa. A equipa de Dortmund tentou desde cedo assumir as rédeas do jogo - e o Borussia foi bem sucedido nesse aspeto. Os visitantes tinham um bom controlo do jogo, mas o BVB teve dificuldades em criar oportunidades ofensivas flagrantes. As tentativas de Reus e Malen eram bastante inofensivas. Um Sporting sem imaginação também não ajudou muito ao jogo, com a equipa da casa a esperar por alterações - e depois os aurinegros convidaram os portugueses a assumirem a liderança do marcador. Schulz avaliou mal uma bola lonha e deixou Pote sozinha na frente de Kobel para o primeiro (30'). Foi um choque para o Dortmund - e o pior estava por vir. Pedro Gonçalves atirou de fora da grande área um remate com grande técnica e fez o 2-0 (39'). Não estava a ser a noite do Dortmund, que ainda piorou. Emre Can viu o cartão vermelho (75'). Zagadou fez falta sobre Paulinho na área, Kobel defendeu o remate de Pedro Gonçalves, mas Pedro Porro marcou de cabeça na recarga para o 3-0. BVB reagiu com golo de Malen, para o 3-1."

'AS'

"Não há Champions sem Haaland. A Liga dos Campeões termina sempre por deixar ao descoberto as maiores deficiências das equipas e o tendão de Aquiles do Borussia Dortmund é a sua dependência de Erling Haaland. Sem o 'matador' norueguês, o BVB não é a mesma equipa. O Sporting colocou-os à prova, que bateu o segundo classificado da Bundesliga por 3-1 e garantiu a qualificação prematura para a fase a eliminar da Champions."

'MARCA'

"O Sporting de Adán, Pedro Porro e Sarabia já está nos oitavos e deixa o Dortmund de Haaland de fora da Champions, a diferença de golos favorece aos portugueses e os alemães já não os conseguem alcançar. Sem o norueguês na frente de ataque o Borussia não tem golo e a sua ausência nas mais recentes partidas resultou na eliminação da prova. Os campeões portugueses fizeram uma partida muito séria, apesar das várias intervenções de Adán, e fecharam a vitória ainda na primeira parte com um 'bis' de Pote. Na segunda parte Emre Can terminou expulso e o Sporting chegou ao terceiro com um golo de Pedro Porro, depois de aproveitar um penálti defendido por Kobel."

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão

Notícias