Regras da UEFA voltaram a 'tramar' o Ajax: duelo com o Sporting foi novo episódio

17SET 20h26

Para lá da situação a envolver a terceira camisola, por conta da presença de três pássaros (em homenagem a Bob Marley) na parte posterior, que obrigou o clube a proceder a uma alteração para a poder utilizar, também o equipamento principal do Ajax para a nova temporada foi 'vítima' das apertadas regras da UEFA quanto à indumentária dos jogadores nas suas competições.

Em causa estava o facto de a camisola principal, de cor branca, ter sido originalmente pensada para ter apenas os números nas costas (sem os nomes dos jogadores) e ainda três estrelas na zona traseira, naquilo que seria uma alusão aos equipamentos da era dourada do clube, numa época em que Johan Cruyff era o grande nome do clube. Era uma versão 'vintage' para lembrar os tempos de glória do clube, mas que pelas regras da UEFA... não é permitida.

Por isso, diante do Sporting, os jogadores do conjunto holandês atuaram efetivamente com os nomes nas costas - as três estrelas foram substituídas por três "X" -, ao contrário do que se verá no decurso da temporada na Eredivisie, onde o Ajax jogará com a tal camisola com visual 'vintage', apenas com os números nas costas.

Esta regra está expressa no Artigo 11 do regulamento das competições da UEFA, que obriga os clubes a identificar os jogadores pelo apelido e/ou primeiro nome ou então uma alcunha aprovada pelo organismo. A localização do nome deve ser sempre acima do número e há até uma altura máxima para a sua estampagem (7,5 cm).

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão