Jakob Ingebrigtsen e Sifan Hassan brilham no Meeting de Florença da Diamond League

11JUN 00h10

O meio-fundo esteve em destaque no Meeting de Florença da Liga Diamante, com as vitórias de dois atletas europeus - Jakob Ingebrigtsen, novo recordista europeu dos 5.000 metros, e Sifan Hassan, vencedora dos 1.500 metros.

Aos 20 anos, Jakob Ingerbritsen está no topo, ou quase, depois de superar o recorde europeu da légua, com 12.48,45 minutos, numa prova em que chegou cheio de forças ao fim e derrotou os sempre difíceis adversários africanos, incluindo o atual recordista mundial, o ugandês Joshua Cheptegei, apenas sexto.

A cerca de um mês e meio dos Jogos Olímpicos, o mais novo dos irmãos Ingerbritsen - são três, todos atletas de elite mundial - assume-se como o grande fenómeno europeu, capaz de enfrentar com sucesso a armada africana, essencialmente composta por quenianos e etíopes.

As próximas semanas vão encarregar-se de explicar se este foi um mau dia de Cheptegei, ou se de facto não está em forma em 2021. O seu recorde mundial de 12.35,36 está longe.

Nos femininos, Sifan Hassan continua na berlinda. Cinco dias depois de ter batido o recorde do mundo dos 10.000 metros (de que foi desapossada terça-feira) assinou um tempo-canhão nos 1.500 metros, com 3.53,63.

A campeã mundial de Doha'2019 foi a Florença aprimorar a velocidade e não desiludiu, ficando a 1,68 segundos do seu recorde europeu.

Com esta corrida, ajudou a segunda, Faith Kypiegon, a subir a oitava de todos os tempos, com novo recorde nacional do Quénia. Kipyegon é a campeã olímpica em título e vice-campeã mundial. 

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão