Portugal arranca Campeonatos do Mundo de atletismo adaptado com nove medalhas

09JUN 19h21

A seleção portuguesa de atletismo adaptado conquistou esta quarta-feira nove medalhas na primeira jornada dos Campeonatos do Mundo, que decorrem em Bydgoszcz, na Polónia.

A equipa portuguesa terminou esta primeira jornada com uma medalha de ouro, cinco de prata e três de bronze, resultado que deixa o país na liderança coletiva dos campeonatos, com 30 pontos, à frente da França, segunda com 29, e da Itália, terceira com 14.

Realce neste primeiro dia para Lenine Cunha, que se sagrou campeão mundial no triplo salto, com a marca de 12,58 metros, atleta que compete ainda no heptatlo, tendo terminado a primeira jornada com 1.979 pontos.

Sandro Bessa foi medalha de prata nos 400 metros barreiras, com 60,70 segundos, tendo Afonso Roll, nos 5.000 metros marcha, sido igualmente vice-campeão do mundo, com o tempo de 28.58,40 minutos, o mesmo sucedendo com Cristiano Pereira, medalha de prata nos 1.500 metros, com 4.00,48 minutos.

Do lado feminino, Ana Filipe conquistou o título de vice-campeã do mundo do triplo salto, com 11,30 metros, e Carina Paim conseguiu igualmente a prata, nos 400 metros, com a marca de 59,88 segundos.

De bronze foram as prestações de Domingos Magalhães no lançamento do peso, com a marca de 11,73 metros, um recorde pessoal, de Estevão Janeiro nos 10.000 metros, com o tempo de 33.55,33 minutos, igualmente recorde pessoal, e de Joana Silva, nos 5.000 metros marcha, com a marca de 31.48,91 minutos.

Dos restantes atletas lusos que participaram no dia inaugural dos campeonatos, Paulo Benevente foi quinto nos 10.000 metros, com 34.34,91 minutos, e Cristiano Silva Pereira foi oitavo nos 1.500 metros, com o tempo de 4.39,85 minutos.

No setor feminino, Inês Fernandes foi quarta no lançamento do peso, com a marca de 10,69 metros, a sua melhor esta temporada.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão