Rui Pinto sagra-se campeão nacional de corta-mato pela terceira vez

21MAR 13h26

O Sporting revalidou este domingo o título coletivo de corta-mato longo nos Campeonatos de Portugal, disputados na Amora, onde o atleta Rui Pinto, do 4 Run, conquistou o seu terceiro título individual.

Rui Pinto percorreu os 10 quilómetros do circuito do Parque do Serrado em 31.14 minutos, menos cinco segundos que o corredor do Sporting, Rui Teixeira (31.19), que defendia os títulos de campão nacional conquistados nas duas últimas edições dos Campeonatos de Portugal, em 2018 e 2019.

O atleta do Vitória de Setúbal, João Pereira (31.21), surpreendeu ao conquistar o último lugar do pódio, superando Luís Saraiva (31.24), do Sporting de Braga, e Fernando Serrão (31.27), do Sporting.

Pelo Sporting, Miguel Marques (31.41) e Ruben Amaral (31.48) terminaram na 10.ª e 11.ª posições, respetivamente, e garantiram o 49.º título de campeão nacional de corta-mato longo para os 'leões'.

Os Campeonatos de Portugal de corta-mato voltaram hoje a disputar-se, após a edição do ano passado ter sido cancelado pela pandemia de covid-19, mas ficaram marcados pela ausência do Benfica, que recusou participar por não serem exigidos testes de covid-19 aos participantes.

A competição disputou-se no Parque do Serrado, na Amora, num circuito de dois quilómetros percorrido em cinco voltas, por 61 atletas, divididas em duas séries de 20 corredores cada, e uma de 21, como medida de prevenção contra a pandemia de covid-19.

Seniores masculinos (10 km):

1. Rui Pinto (4 Run), 31.14 minutos.

2. Rui Teixeira (Sporting), 31.19.

3. João Pereira (Vitória de Setúbal), 31.21.

4. Luís Saraiva (Sporting de Braga), 31.24.

5. Fernando Serrão (Sporting), 31.27.

 

Clubes:

1. Sporting, 28 pontos.

2. Sporting de Braga, 34.

3. Maratona, 56.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão