Responsável do Sp. Braga lamenta morte de Ricardo Jaquité: «Boa pessoa e excelente atleta»

03DEZ 15h34

Emanuel Brandão, coordenador do atletismo do Sp. Braga, lamentou esta quinta-feira a morte de Ricardo Jaquité, ex-atleta do clube minhoto que morreu no Hospital Garcia de Orta, em Almada, após ter sido esfaqueado numa rixa na Arrentela, no concelho do Seixal.

A vítima, de 31 anos, natural do Seixal, estava suspensa desde 2018 por ter acusado positivo num controlo anti-doping realizado durante uma competição

"Lembro-me perfeitamente do Ricardo, era um excelente atleta, uma boa pessoa", recorda o responsável pelo atletismo minhoto. 

"Não era um Nélson Évora, mas competia para os primeiros três lugares a nível nacional. Mas nos últimos dois anos - desde que castigo - já não fazia parte dos nossos quadros. E nessa altura perdi a ligação com ele, que era mais institucional. Ele era um atleta que vivia em Lisboa e só nas competições é que nos encontrávamos", disse a Record

No seu site oficial, o Sp. Braga endereça sentidas condolências à família e amigos de Ricardo Jaquité. "Atleta do SC Braga entre 2017 e 2018, destacando-se na modalidade de Triplo Salto", referem os minhotos

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão