Miguel Oliveira arrasa concorrência e vence GP de Portugal de MotoGP

22NOV 14h42



- Que soberba atuação de Miguel Oliveira! O português domina de forma sensacional o Grande Prémio de Portugal em MotoGP, cruzando a linha de meta com 3,1 segundos de avanço para Jack Miller e 3,2 para Franco Morbidelli. O piloto de Almada liderou de fio a pavio. Foi uma atuação de campeão, à imagem daquilo que outros grandes nomes do MotoGP fizeram nos últimos tempos. É um aviso sério à concorrência para o próximo ano...

44


14h43 - Está feito! MIGUEL OLIVEIRA VENCE O GRANDE PRÉMIO DE PORTUGAL!

25/25 - Entrada na última volta. Está quase a chegar a segunda vitória da carreira do Falcão!

24/25 - Está cumprida a penúltima volta. Falta uma passagem pela reta da meta e depois são mais uns segundos até à bandeirada de xadrez...

23/25 - Nova passagem e a diferença segue sempre nos 4 segundos.

22/25 - Mais uma passagem na reta e a diferença segue ali acima dos 4 segundos. É essa a vantagem a gerir nas três voltas que faltam. São apenas 3 voltas!

21/25 - Jack Miller começa a pressionar Franco Morbidelli na luta pelo segundo posto e com isso perde ainda mais terreno para a frente da corrida. Miguel Oliveira agradece!

as


20/25 - Nova passagem na reta da meta, mais uma volta segura de Miguel Oliveira. São agora 4,3 os segundos de avanço para Morbidelli. Está quase!

19/25 - Seis voltas para o final. É o que falta para Miguel Oliveira alcançar, em casa, a sua segunda vitória na categoria rainha. O caminho está aberto, com 4,3 segundos de avanço para Morbidelli.

18/25 - Mais uma passagem na meta, agora com uma vantagem de 4,2 segundos de Miguel Oliveira para Franco Morbidelli.

17/25 - Miguel Oliveira, sempre ele! São agora 4,4 segundos para Morbidelli e 4,7 para Jack Miller. Segue tudo na mesma (e assim queremos que fique!)

16/25 - O campeão está fora! Joan Mir, que conquistou o título em Valência há uma semana, abandona o Grande Prémio de Portugal. Lá na frente está tudo na mesma: Miguel Oliveira a comandar!

a


15/25 - Faltam dez voltas para o final e Miguel Oliveira comanda com 4 segundos de avanço para Morbidelli e 4,5 para Jack Miller. O segundo grupo, comandado por Pol Espargaró já está a 11,2!

- Nota para a condição de Brad Binder após a queda de há pouco. O sul-africano, que no próximo ano será colega de Miguel Oliveira na equipa principal da KTM, foi transportado para o centro médico.

21


14/25 - Quatro segundos exatos agora entre Miguel Oliveira e Franco Morbidelli. Está intratável o piloto da Red Bull KTM Tech 3...

13/25 - A diferença na frente fica mesmo ali 'presa' entre os 3,6 e os 3,8 segundos. São 3,8 agora no final desta passagem.

44


- Miguel Oliveira apenas tinha comandado uma prova do Mundial de MotoGP por escassos segundos até esta prova. Tinha sido no GP da Estíria, na tal vitória em Spielberg. Este domingo já leva praticamente meia corrida sempre na frente...

12/25 - Grande luta pelo 4.º posto, com um enorme pelotão todo junto com 12 pilotos ali em 'filinha'... Pol Espargaró é quem comanda o grupo.

11/25 - A diferença entre Miguel Oliveira e Franco Morbidelli estabiliza em torno dos 3,7 segundos. Está na hora de começar a gerir os pneus...

10/25 - Ligeira recuperação de Franco Morbidelli, que consegue reduzir para 3,7 segundos a distância para Miguel Oliveira. Começa a aproximar-se o ponto de definição (e desconhecido) deste Grande Prémio de Portugal.

9/25 - Miguel Oliveira segue implacável na frente, ganhando espaço de volta para volta. Agora são praticamente quatro segundos de diferença para Franco Morbidelli. O piloto de Almada vai registando tempos muito consistentes sempre no mesmo segundo (1.39).

8/25 - Pol Espargaró sobe a quarto e procura aproximar-se de Jack Miller - tem uma diferença de dois segundos. Iremos ter pódio na despedida do espanhol da equipa KTM?

42


7/25 - O título pode estar entregue, mas ainda há discussão pelo 2.º lugar do Mundial. Nessa luta é Morbidelli quem está bem colocado. O italiano, que é segundo a 3,2 segundos de Miguel Oliveira, reduz para 9 pontos a diferença para Joan Mir e amplia para 16 sobre Alex Rins.

6/25 - Quase 3 segundos de Miguel Oliveira para Morbidelli. Cá para trás tudo na mesma: Jack Miller em terceiro, Crutchlow quarto, Espargaró quinto e Stefan Bradl sexto.

5/25 - Mais uma passagem na reta da meta e a diferença continua a subir. 2,6 segundos de Miguel Oliveira para Franco Morbidelli e 3,1 já para Jack Miller. Cal Crutchlow é quarto e Pol Espargaró quinto.

4/25 - Incrível o andamento de Miguel Oliveira na frente. A diferença continua a crescer, com já mais de 2 segundos e meio para Morbidelli. O piloto da Red Bull KTM Tech 3 está intratável na frente.

3/25 - Miguel Oliveira cimenta o seu comando - para quase 2 segundos -, numa volta marcada pela queda de Brad Binder.

41


2/25 - Miguel Oliveira continua a abrir na frente do pelotão, comandando já com 1,5 segundos para Morbidelli e 1,7 para Jack Miller.

1/25 - Grande arranque de Miguel Oliveira, que consegue cimentar a sua posição no topo, à frente de Franco Morbidelli e Jack Miller. O piloto da Red Bull KTM Tech 3 dispara na frente e completa a primeira volta com mais de meio segundo.

14h00 - Arranca o Grande Prémio de Portugal!

88


13h59 - Todos sabemos em quem votar, certo?

ca


13h57 - Tudo pronto na grelha de partida. Vamos ter a habitual volta de formação, antes do arranque da prova.

13h47 - Miguel Oliveira à SportTV. "Estar a competir este nível, dentro deste cenário que vivemos, é uma homeangem sentida de toda a organização, equipas e pilotos, pelo facto de a Dorna ter feito com esforço deste campeonato que é exemplo para todas as organizações mundiais. Mensagem aos portugueses: 'Um abraço a todos, que não sofram muito!"

fa


13h42 - Momento de tributo por parte da IRTA (International Road-Racing Teams Association) ao CEO da Dorna Sports, Carmelo Ezpeleta. Uma homenagem em jeito de agradecimento pelos esforços feitos para levar este campeonato em diante perante as condicionantes da Covid-19.

sa


13h40 - Vinte minutos para o ponto alto do dia...

13h27 - Miguel Oliveira já chegou à box da equipa Red Bull KTM Tech 3.

13h10 - Faltam 50 minutos para o grande momento do dia. Está na hora de começar a preparar o coração para as emoções da corrida de MotoGP...

Resultados do GP de Portugal de Moto2

1. Remy Gardner
2. Luca Marini
3. Sam Lowes
4. Marco Bezzecchi
5. Enea Bastianini

Eis as contas finais de Moto2

1. Enea Bastianini, 204
2. Luca Marini, 196
3. Sam Lowes, 196

13h01 - Acaba a corrida! Remy Gardner vence o Grande Prémio de Portugal, mas a festa é para o italiano Enea Bastianini! Quinto na prova portuguesa, o piloto transalpino cumpriu a sua missão e alcança o título de campeão de Moto2.

bas


12h59 - Duas voltas para o final e Gardner assume o comando. É o melhor cenário para Bastianini!

12h53 - Faltam cinco voltas! Luca Marini consegue aumentar a vantagem para Gardner, uma vez mais acima do segundo, mas Enea Bastianini continua a não 'colaborar', já que por agora é sexto. Já Sam Lowes está obrigado a passar Gardner para continuar a sonhar...

Assim estão as contas

1. Enea Bastianini, 204
2. Luca Marini, 201
3. Sam Lowes, 196

12h48 - Gardner parece estar a recuperar terreno para Marini e já está a menos de meio segundo do piloto italiano. Lowes é terceiro e Bastianini é sexto, com um segundo de avanço para Jorge Martin.

12h45 - Faltam dez voltas para o final! Luca Marini comanda com um segundo para Remy Gardner e Sam Lowes é terceiro. Bastianini é sexto e, por agora, comanda o Mundial ainda com 3 pontos de avanço.

12h40 - Bastianini continua a pôr-se jeito! Luca Marini comanda e, conjugando com a posição do italiano, tem apenas 2 pontos de atraso para o irmão de Valentino Rossi. Será que vamos ter surpresa?

12h38 - A 14 voltas a luta começa a aquecer... Enea Bastianini cai um lugar e neste momento tem apenas 3 pontos de avanço para Luca Marini nas contas virtuais do título.

12h34 - A 17 voltas do final, Bastianini cai para quinto. É uma posição perigosa, até porque Luca Marini já assumiu a dianteira e tem Sam Lowes logo atrás. As contas estão assim.

Enea Bastianini, 205 pontos
Luca Marini, 201
Sam Lowes, 200

12h31 - Gardner comanda com meio segundo de avanço para Luca Marini e Sam Lowes. Bastianini controla e é quarto.

12h24 - As duas primeiras voltas já lá vão e por agora tudo corre de feição a Bastianini. O italiano é segundo, depois da queda Fabio Di Giannantonio. Remy Gardner comanda e vai abrindo vantagem

12h20 - Arranca a corrida de Moto2!

12h12 - Parte da frente Remy Gardner, numa primeira linha na qual terá ao seu lado Luca Marini e Fabio Di Giannantonio. Enea Bastianini parte de quarto, uma posição à frente de Sam Lowes. Já Marco Bezzecchi sai de 12.º.

12h09 - Vem aí a corrida de Moto2, onde teremos quatro pilotos com chances de serem campeões. Enea Bastianini (194 pontos), Sam Lowes (180), Luca Marini (176) e Marco Bezzecchi (171). De todos, como a pontuação denuncia, o italiano é o que está mais tranquilo, já que pode ser quarto caso Lowes vença...

12h00 - São entregues agora os troféus aos pilotos que acabaram em posição de pódio. Dentro de 20 minutos teremos mais ação na pista de Portimão, com a corrida de Moto2. Fique por aí!

Quanto ao campeonato, eis as contas finais

1. Albert Arenas, 174 pontos
2. Tony Arbolino, 170
3. Ai Ogura, 170

Eis os resultados da primeira corrida do dia

1. Raul Fernández, 38.06,272 minutos
2. Dennis Foggia, a 5,8 segundos
3. Jeremy Alcoba, a 5,866
4. Sergio Garcia, a 6,447
5. Tony Arbolino, a 12,998
6. Darryn Binder, a 13,065
7. Celestino Vietti, a 13,907
8. Ai Ogura, a 13,929

- A vitória de Raúl Fernández deu o primeiro motivo de festa à KTM. É que o piloto espanhol é da equipa da marca austríaca de Moto3, a Red Bull KTM Ajo. Bem prenúncio para mais logo?

11h40 - Acaba a corrida! A vitória vai para o espanhol Raúl Fernández, mas a festa principal é de Albert Arenas! O espanhol acaba em 12.º, mas o resultado chega para celebrar, já que Tony Arbolino foi somente 5.º e Ai Ogura 8.º.

11h37 - A três voltas do final, Arbolino é sétimo, Arenas oitavo e Ogura 12.º A luta pelo título faz-se bem longe do pódio. Com estes resultados, Arenas será campeão com 178 pontos, mais 10 do que Arbolino e 11 do que Ogura.

11h35 - A luta está cada vez mais intensa. Há ali um enorme pelotão a formar-se, com os três candidatos todos juntos. Albert Arenas procura manter-se à margem das batalhas mais intensas, mas Ogura está a dar tudo.

11h34 - Sobe na tabela Ogura, superando agora Albert Arenas. Vamos ter luta titânica até final! Lá na frente Raúl Fernández está intratável. Tem quase dez segundos de avanço para o segundo colocado, algo pouco visto nesta categoria. Faltam 4 voltas!

11h32 - Intensa luta entre Arbolino e Arenas pelo sétimo posto. Quase se deu ali uma queda que poderia ter provocado um verdadeiro escândalo... O espanhol nem precisa de entrar nestas lutas, já que está bem colocado para ser campeão, mas o orgulho por vezes fala mais alto... Faltam cinco voltas!

11h30 - Por agora, Arenas comanda o campeonato de forma provisória com 179 pontos, mais 11 sobre Ogura e 12 para Arbolino. Está tudo a correr da melhor forma ao piloto espanhol.

11h27 - Com apenas 8 voltas para o final da prova, comanda o espanhol Raul Fernández, à frente de Jeremy Alcoba e Tatsuki Suzuki. Com estes resultados, Arenas será campeão...

11h00 - A corrida de Moto3 já está em andamento. Os pilotos a ter em conta são Albert Arenas (170 pontos), Ai Ogura (162 pontos) e Tony Arbolino (159 pontos).

- Mas antes da corrida principal, Portimão recebe ainda as provas de Moto3 e Moto2, que decidirão os respetivos títulos. Já no MotoGP, como se sabe, Joan Mir chega ao Algarve como campeão.

- Bom dia! Chegou o grande momento para o motociclismo português, com a realização este domingo, a partir das 14 horas, do Grande Prémio de Portugal de MotoGP. Será um dia histórico para o desporto português, já que para lá de marcar o retorno do Mundial ao nosso país, será também a primeira vez na história que teremos um piloto nacional no topo da grelha de partida.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão