Campeão europeu de corta-mato em Lisboa suspenso quatro anos por doping

14MAI 14h17

O atleta sueco Robel Fsiha, que em dezembro de 2019 se sagrou campeão europeu de corta-mato, em Lisboa, foi suspenso por quatro anos por ter acusado positivo num controlo antidoping, informaram esta quinta-feira as autoridades suecas de antidopagem.

"Decidimos que Robel Fsiha será suspenso (...) no período compreendido entre 5 de fevereiro de 2020 e 4 de fevereiro de 2024", revelou Ake Thimfors, presidente do organismo sueco de combate ao doping, em declarações à AFP, assinalando que a decisão foi tomada por unanimidade, na segunda-feira.

O atleta, que dispõe até 1 de junho para recorrer, explicou que "apenas tomou um medicamento devido a uma constipação", mas a Federação Sueca de Atletismo informou que Fsiha acusou o consumo de "uma substância proibida" na sequência de um controlo efetuado em 25 de novembro de 2019.

Fsiha, de 24 anos, natural da Eritreia e que chegou à Suécia em 2013 com estatuto de refugiado, sagrou-se campeão europeu de corta-mato pouco tempo depois, em 08 de dezembro, em Lisboa, tornando-se o primeiro atleta sueco a conquistar o título continental.

Na prova disputada no Parques da Bela Vista, na capital portuguesa, Fsiha impôs-se em 29.59 minutos ao turco Aras Kaya, segundo classificado, que concluiu a prova em 30.10.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão