Sérgio Conceição: «Às vezes também me apetecia rasgar a camisa»

03MAI 13h32

Sérgio Conceição abordou o final quente do jogo com o Rio Ave na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Aves (sábado, no Estádio do Dragão, às 20h30).

Jogo com o Aves: "Temos que dar uma resposta de acordo com aquilo que é o FC Porto e ganhar, independentemente das dificuldades. O Aves tem vindo a fazer uma segunda metade da época fantástica: se contarmos os pontos da segunda volta é o quinto classificado, atrás do Sp. Braga, e isso por si só diz que fez uma segunda volta acima da média. Depois do Inácio pegar na equipa, apresentou resultados muito positivos, especialmente fora de casa, mas nós estamos precavidos para este tipo de equipa, que em Portugal não é muito tradicional"

Palavras de confiança de Luís Gonçalves: "O engenheiro é um portista como eu e muitos. As palavras foram uma surpresa para mim, são palavras bonitas que a mim não me fazem diferente: trabalho diariamente com ele, pode dizer-me diretamente o que pensa. São palavras de quem sente muito o clube, de quem vive o clube de forma muito apaixadnoa, de uma dedicação enorme ao clube".

Reação dos adeptos depois do empate com Rio Ave: "Os anos passam e vamos ganhando alguma maturidade. Por vezes, também me apetecia rasgar a camisa perante alguns comentadores que percebem menos de futebol do que eu de golfe ou Direito... O importante é olhar para o mar azul que tem de estar unido até 25 de maio à noite, depois da final da Taça de Portugal. Esta é uma época à FC Porto: vamos à final da Taça, estivemos na final da Taça da Liga, ganhámos a Supertaça, vamos disputar o campeonato até ao último jogo. Já disse antes do jogo com a Roma que o FC Porto é um clube de top mundial e veio a verificar-se que realmente somos grandes e aproveito para dar os parabéns ao Mário Silva, à equipa de sub-19 e a toda a estrutura do FC Porto. Somos campeões da Europa de sub-19 e isso é que é importante."

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão