Corrida do Tejo: Mística e amor à corrida

Autor: António Manuel Fernandes

Paulo Pinheiro, pela segunda vez nos últimos quatro anos (com dois anos – 2016 e 2017 – em segundo lugar) e Susana Francisco (na segunda participação, de história curiosa – ver texto ao lado), ambos isolados, foram os vencedores da Corrida do Tejo 2018, uma prova com milhares de corredores que, quando questionados sobre a competição, repetem muito a palavra mística e também referem o amor.

A mística vem da tradição de uma prova com 38 edições já realizadas, que já foi a que teve maior número de participantes registados e também do facto de ter evoluído de uma prova de dimensão local para a dimensão nacional (e internacional, como chegou a ter).

O amor vem da paixão à modalidade e à corrida em si e mais ainda ao enquadramento paisagístico, numa prova que decorre na Marginal, com muita animação, bandas, música e grupos de apoio.

Essa é uma valência da prova que é realçada por muitos corredores, também falada por um dos embaixadores da Corrida do Tejo, o ator Jorge Corrula.

Experiência de Corrula

"Hoje correu bem. O ano passado senti mais calor, ou mais dificuldade, mas estava melhor preparado e fiz menos cinco minutos do que hoje, pois vim para desfrutar da prova, a sua imensa tradição, os milhares de corredores e espectadores que nos incentivam", disse o ator, recordando que no ano passado estava a preparar a participação na Maratona de Nova Iorque, que extrapola a partir da prova do Tejo.

"Nova Iorque, em termos de participação e público, é superior a esta cerca de dez vezes. Correr lá, numa cidade icónica, muito ligada ao cinema que vemos desde a infância e também com fortes ligações à minha profissão, é como estar a correr num cenário. Foi uma prova que me emocionou", concluiu.

Corrula é um dos milhares de corredores da competição, que este ano teve ainda oportunidade de recordar outros atletas, como Lucília Soares, a atleta internacional que mais vezes venceu a Corrida do Tejo (seis vezes!). "Senti-me bem a correr esta prova. Há muito tempo que não corria cá, desde que me recusaram uma inscrição. Aceitei agora porque me senti honrada com o convite e pela lembrança, que é pouco comum nos organizadores", disse-nos a atleta.

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Acompanhe todas as novidades da Liga Allianz Running by Record

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão