A comida também hidrata

 
Existem muitos alimentos hidratantes que fornecem nutrientes saudáveis e que se transformam no combustível ideal para muitos dos exercícios de verão, com especial destaque na hidratação.
Na verdade, estas são notícias sumarentas: água potável não é a única maneira de se manter hidratado. Ao longo dos anos, várias revistas especializadas em treino e actividade física, ratificados pela comunidade médica, referem que  20 por cento do consumo de água de cada indivíduo provém dos alimentos que ingere. Comer um pepino com 100 gramas é como beber um litro de água, mas melhor, segundo alguns testemunhos.
Além de ricos em água, os vegetais, frutas, e alguns outros alimentos contêm nutrientes essenciais que podem melhorar o desempenho de um corredor e a sua saúde. Por isso, para além de saber que tem de ter sempre repleta a sua garrafa de água, tome nota de alguns alimentos que pode adicionar à sua dieta para hidratação completa e um efectivo aumento de nutrientes. Não será uma mudança difícil e muito menos rigorosa, mas seré efectiva.
 
H2O + ELETRÓLITOS: meloa, pêssegos, morangos
Estas frutas, basicamente, são água e também ricas em potássio, um eletrólito perdido através do suor. O potássio e o sódio trabalham juntos para manter equilibrados os níveis de líquido no corpo, ajudando a regular o ritmo cardíaco e a circulação sanguínea. Uma caneca de cada uma destas frutas contém entre cinco a 10 por cento das suas necessidades diárias.
 
H2O + VITAMINA C: melancia, kiwi, citrinos
A vitamina C ajuda a manter a flexibilidade das articulações e cartilagens. Estes frutos fornecem pelo menos um terço da sua necessidade diária por porção. Eles também desempenham um papel importante na protecção da pele. Os raios UV (ultra violetas), a poluição e o suor afectam negativamente a pele. A vitamina C contraria esses efeitos. Para além disso, um estudo norte-americano indica que a melancia e o kiwi são tão saudáveis seis dias depois como no momento do corte. 
 
H2O + DEFESA DO CANCRO: tomate, brócolos
Os tomates são ricos em licopeno, um antioxidante que é relacionado frequentemente como redutor do risco do cancro do pulmão, estômago, próstata, mama, cólon e cervical. Embora possam não parecer suculentos, os brócolos são compostos de 90 por cento de água e contêm compostos chamados isotiocianatos. Segundo um estudo de 2010, divulgado no “Journal of Medicinal Chemistry”, nos Estados Unidos, os isotiocianatos bloqueiam um gene defeituoso que faz com que células se tornem cancerígenas.
 
H2O + RECUPERAÇÃO: abacaxi, cerejas
Ambas as frutas podem ajudar a recuperar e hidratar os corredores após a  competição. A enzima bromelina, encontrada no abacaxi, pode reduzir a inflamação e reparação muscular com maior velocidade. As cerejas contêm antocianinas e melatonina, que reduzem inflamações, segundo alguns trabalhos publicados pelo departamento de biologia celular e estrutural da Universidade do Texas.
 
H2O + IMUNIDADE: iogurte, kéfir
Comer alimentos ricos em probióticos podem protegê-lo de vários tipos de infecções respiratórias. Um iogurte, geralmente, proporciona entre um e cinco estirpes de probióticos (bactérias boas), o kefir, uma bebida como o iogurte, de origem láctea, pode conter até uma dúzia. Uma caneca de cada um também contém 10 a 12 gramas de proteínas, um bloco de construção do sistema imunológico.
 
H2O + DIGESTÃO: feijão, grão
Uma caneca de feijão (castanho ou manteiga) ou grão cozido pode fornecer-lhe até meio copo de água, tendo ainda tanta proteína como dois ovos e metade da sua necessidade diária de fibras. As fibras mantêm o seu sistema digestivo em movimento, ajuda a diminuir o colesterol e controla o apetite. O feijão é o alimento perfeito do corredor, pois é uma combinação equilibrada de carbohidratos e proteínas, permitindo uma libertação mais lenta de açúcar no sangue para um óptimo desempenho.
 
 
 
Bebidas complementares
 
 
Chocolate de leite - A sua relação ideal de proteínas e carbohidratos ajuda à recuperação mais rápida após o esforço. 
 
Água de coco - O líquido encontrado no coco verde tem menos calorias e mais eletrólitos do que a maioria das bebidas desportivas (isotónicas).
 
Sumo de uvas pretas - O sumo de uva preta tem mais antioxidantes do que outros sumos mais comuns.
 
Chá verde gelado - Este composto tem uma acção directa sobre as células gordas, inibindo a sua formação e induzindo à destruição dos adipócitos maduros por apoptose. De acordo com estudos recentes, a cafeína contida no extracto de Chá verde é mais eficaz a promover a oxidação da gordura corporal do que a cafeína isolada, isto devido à associação desta com os polifenóis presentes no Chá verde. Os polifenóis têm ainda uma função antioxidante, essencial para prevenir a destruição muscular resultante do treino intenso, e antiinflamatória.
 

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão