Benfica volta ao caso do 'hacker': «A reunião do Altis foi a face visível do crime organizado»

14SET 13h25

Depois de Varandas Fernandes ter lançado quinta-feira a suspeita de que o 'hacker' Rui Pinto terá agido a mando do FC Porto ou Sporting, o Benfica voltou esta sexta-feira ao assunto, dizendo que está perto de ser conhecido o circuito do dinheiro e voltando a visar os rivais.

"Aproxima-se a descoberta do circuito do dinheiro e quem pagou ao hacker que roubou o Benfica. Todos sabemos quem exibiu o produto desse roubo em que a célebre reunião do Altis foi a face visível do crime organizado", pode ler-se num tweet na conta do Benfica dirigida à imprensa.

Na conferência de imprensa de quarta-feira, Varandas Fernandes deixou uma interrogação. "Alguém acredita que um 'hacker' iria oferecer essa informação a troco de nada? Ninguém acredita nisso. Nesse processo, já se sabe que o diretor de comunicação do FC Porto foi constituído arguido".

Logo depois, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, respondeu ao vice-presidente do Benfica. "Claro que lhes custa a acreditar que o FC Porto não tenha pago nada pelos mails. Estás-lhes no sangue, afinal trata-se da única SAD alguma vez acusada de corrupção. Repito as vezes que for preciso, as autoridades sabem como recebi a informação", disse Francisco J. Marques no Twitter.

Subscreva a Newsletter e receba as notícias em primeira mão