Tudo o que precisa saber sobre o Ultra-Trail de São Mamede 2018, desde o programa, distâncias e tempos limite, pontos de abastecimento, material obrigatório, entre outros.

 

1. PROGRAMA/HORÁRIO

Sexta-feira, dia 18 de maio de 2018 

10h - Abertura do Secretariado no Estádio Eduardo de Sousa Lima (Assentos) em Portalegre; 

23h - Abertura da Câmara de chamada do UTSM com controlo de presenças e de material obrigatório; 

Sábado, dia 19 de maio de 2018 

00h - Partida do UTSM (100 Km) do Estádio Eduardo de Sousa Lima - Assentos – PORTALEGRE 

07h - Transporte para o local de Partida (SÃO JULIÃO) dos concorrentes à Maratona de São Mamede (43 Km);

08h - Transporte para o local de Partida (ALEGRETE) dos concorrentes à Meia-Maratona de São Mamede (22 Km);

09h - Partida (São Julião) dos concorrentes à Maratona de São Mamede (43 Km);

09h45 (previsão) às 24 h  - Chegadas do UTSM (100 Km)

10h00 - Partida (ALEGRETE) dos concorrentes à Meia-Maratona de São Mamede (22 Km);

12h00 às 18h00 - Chegadas dos concorrentes à Meia-Maratona de São Mamede (22 Km);

13h00 às 21h00 - Chegadas dos concorrentes à Maratona de São Mamede (43 Km);

14h00 - Transporte para o local de Partida (REGUENGO) dos concorrentes ao Trail Curto/Caminhada de São Mamede (10 Km);

15h00 - Cerimónias protocolares do UTSM (3 primeiros Masculinos e Femininos).  

Nota: As restantes cerimónias protocolares serão realizadas à medida que os resultados forem ficando disponíveis, o que acontecerá, por imperativo técnico, ao 

longo de toda a tarde e noite.

16h00 - Partida (Reguengo) dos concorrentes ao Trail Curto/Caminhada de São Mamede (10 Km);

16h00 – UTSM KIDS TRAIL RUNNING na Arena do UTSM (Estádio dos Assentos).

16h00 às 20h00 - Chegadas dos concorrentes à Rapidinha de São Mamede (10 Km);

24h00 - Encerramento do UTSM (poderá ser antecipado caso todos os concorrentes cheguem à meta antes do tempo limite). 

 

2.3. DISTÂNCIA/ALTIMETRIA/CATEGORIZAÇÃO DE DIFICULDADE ATRP/CAMPEONATO QUE INTEGRA 

UTSM (Ultra-Trail da Serra de São Mamede): 100km (possibilidade de diferença para mais até 5km) com um desnível total com cerca de 9000m (D+4300m), com partida e chegada a Portalegre após passagem por Salão Frio, Carreiras, Castelo de Vide, Marvão, Porto de Espada, São Julião, Alto de São Mamede, Alegrete e Reguengo, em semiautonomia e 24h de tempo limite. Haverá cortes no PAC 3 MARVÃO aos 40km aproximadamente (9 horas), PAC 6 SÃO JULIÃO aos 60km aproximadamente (14 horas) e PAC 9 ALEGRETE aos 80km aproximadamente (19 horas). Os concorrentes que não entrarem nestes PAC até à hora indicada serão impedidos de continuar em competição. Esta prova pontua para o Circuito Nacional de Endurance da ATRP. 

Maratona de São Mamede: 43km (possibilidade de diferença para mais até 3km) com um desnível total com cerca de 4000m (D+2000m), com partida de São Julião e chegada a Portalegre, após passagem por Alto de São Mamede, Alegrete e Reguengo em semiautonomia e 12h de tempo limite. Esta prova pontua para o Circuito Nacional de Ultra Trail da ATRP e para a Taça de Ultra Trail do Alto Alentejo da AADP. 

Meia-Maratona de São Mamede: 22km (possibilidade de diferença para mais até 1km) com um desnível total com cerca de 2200m (D+100 m), com partida de Alegrete e chegada a Portalegre, após passagem pelo Reguengo em semiautonomia e 8h de tempo limite. Esta prova pontua para o Circuito Nacional de Trail da ATRP, para o Circuito Distrital de Trail da AADP e para a Liga Allianz by Record.  

Trail Curto/Caminhada de São Mamede: 10km (possibilidade de diferença para mais até 1km) com um desnível total com cerca de 900m (D+350m), com partida de Reguengo e chegada a Portalegre e 4h de tempo limite. Neste evento haverá 2 zonas de Partida: uma para corredores e outra para os participantes que apenas pretendam caminhar. 

UTSM KIDS TRAIL RUNNING – Iniciação ao trail Running, sob a forma jogada, destinada a crianças e jovens com menos de 16 anos no dia da prova. Regulamento próprio. 

2.4. MAPA/PERFIL ALTIMÉTRICO/ DESCRIÇÃO PERCURSO

Todas as provas decorrem por trilhos existentes nos concelhos de Portalegre, Castelo de Vide e Marvão sem especial complexidade técnica ou perigosidade, mas elevadíssima exigência de condição física. É uma prova desportiva de muito elevada dificuldade na qual apenas se devem inscrever pessoas com a preparação adequada a cada uma das distâncias. Apenas a distância mais curta (10km) pode ser considerada adequada para qualquer pessoa, mesmo sem preparação prévia, se a fizer como uma caminhada. A Organização sugere que nas restantes distâncias se inscrevam apenas pessoas com o seguinte nível de experiência: UTSM – mínimo 3 anos de prática de trail running, finalista de Maratona ou prova de trail com um mínimo de  6 h de duração; Maratona de São Mamede - mínimo 2 anos de prática de trail running, finalista de Maratona ou prova de trail com um mínimo de  4 h de duração; Meia-Maratona de São Mamede - mínimo 1 ano de prática de trail running, finalista de Meia-Maratona ou prova de trail com um mínimo de 2h de duração; Rapidinha de São Mamede – Adequada a pessoas saudáveis e ativas mesmo sem uma preparação específica. A Organização relembra a importância da realização de um exame médico-desportivo a todas as pessoas que praticam Desporto e aconselha todos os concorrentes a filiaremse na Federação Portuguesa de Atletismo que exige formalmente esse Exame.  

As provas de 100 Km, 43 Km e 22 Km enquadram-se na tipologia da ATRP para estas distâncias e apesar de se disputarem numa serra apenas com 1025m de altitude máxima devem ser consideradas de grande exigência, nomeadamente o UTSM, pelas elevadas amplitudes térmicas que podem verificar-se e pelo tipo de pisos pedregosos, poeirentos, expostos ao vento de noite e ao sol durante o dia e pela contínua alteração do perfil ascendente e descendente dos mesmos. Há aclives e declives com 40% a 50% de inclinação e na prova de 100km houve edições com 25% de abandonos.  

2.5. TEMPO LIMITE

UTSM (Ultra-Trail da Serra de São Mamede): 100km  - 24 h de tempo limite. Haverá cortes no PAC 3 MARVÃO aos 40km aproximadamente (9 horas), PAC 6 SÃO JULIÃO aos 60 Km aproximadamente (14 horas) e PAC 9 ALEGRETE aos 80 Km aproximadamente (19 horas). Os concorrentes que não entrarem nestes PAC até à hora indicada serão impedidos de continuar em competição.  

Maratona de São Mamede: 43km - 12h de tempo limite.  

Meia-Maratona de São Mamede: 22km - 8h de tempo limite.

Trail Curto/Caminhada de São Mamede: 10km - 4h de tempo limite.  

2.6. METEDOLOGIA DE CONTROLO DE TEMPOS

É obrigatória a passagem dos concorrentes pelos postos de apoio e controlo que se situem no seu percurso. 

Nesses postos os concorrentes certificarão a continuidade da prova  através de um controle eletrónico e/ou por membro do júri. 

Para além dos PAC que a organização divulga haverá outros pontos de controlo ao longo do percurso cuja localização não será comunicada aos participantes.  A não passagem dos concorrentes por todos estes postos implica a desclassificação. 

A classificação final estabelece-se pela Ordem de Chegada à Meta de cada concorrente. Os resultados serão apresentados com indicação do tempo global de cada concorrente. 

Será utilizado um sistema de controlo eletrónico (chips). 

 

2.7. POSTOS DE CONTROLO

Haverá 9 Postos de Apoio e Controlo que serão colocados no Centro Vicentino da Serra, Carreiras, Castelo de Vide, Marvão, Porto da Espada, São Julião, Cruz do Cume São Mamede, Alegrete e Reguengo. 

Nos PAC para além do controlo dos concorrentes será fornecido auxílio como bebidas e alimentos. 

 

Nos PAC de Marvão e de São Julião haverá ainda sanitários, possibilidade de algum tempo de repouso e uma refeição quente (sopa de legumes sem proteína animal). 

Todos os líquidos e outros alimentos terão que ser obrigatoriamente consumidos no interior do PAC. 

Não é permitida a utilização de garrafas e o depósito de lixo em locais não específicos para o efeito é passível de levar à desclassificação do concorrente. 

9 

O concorrente deve transportar consigo os invólucros de quaisquer alimentos que decida transportar consigo dentro do conceito de semiautonomia em que a prova decorre. Qualquer infração a esta regra detetada por membro da Organização levará à desclassificação imediata do concorrente e a indicação expressa para abandonar o circuito balizado. 

2.8. LOCAIS DOS ABASTECIMENTOS/APOIO EXTERNO

Haverá 9 Postos de abastecimento que coincidem com os 9 PAC descritos em 2.7. 

2.9. MATERIAL OBRIGATÓRIO/ VERIFICAÇÕES DE MATERIAL

Telemóvel (100/43/22/10) 

Reserva de água - Mínimo 1 litro (100/43/22), ½ litro (10) 

Comida (equivalência barras cereais) 4 (100/43); 2 (22/10) 

Apito (100/43/22/10) 

Manta térmica (100/43/22) 

Corta-vento e gorro (100/43/22) (a) 

Calças/collants (100/43/22) (a) 

Frontal com recarga de pilhas (100) 

(a) este material poderá ser dispensado caso as previsões meteorológicas apontem para a sua dispensa, decisão exclusiva da Organização que o anunciará até 2 h antes da Partida de cada evento. 

Outro material facultativo: 

  • Outros materiais poderão ser apropriados nomeadamente os que procurarem uma adequação às condições atmosféricas que se fizerem sentir; 
  • Uma muda de roupa poderá ser adequada aos participantes no UTSM já que se atravessarão vários cursos de água. Deverão entregar no Secretariado um saco fechado com a muda de roupa identificado com o autocolante que a Organização fornece. Esse saco será depois transportado do PAC 4 - Marvão, aos 40km, local da muda de roupa, e de lá para a Arena, ao longo da tarde e noite de dia 19. 

        O material obrigatório será controlado à entrada para a Câmara de Chamada (60 a 10 

30 minutos antes da Partida de cada evento). O material obrigatório poderá ser inspecionado no decorrer da prova e no final por elementos da Organização devidamente identificados. A falta de material obrigatório origina a desclassificação do concorrente. 

 

2.10. INFORMAÇÃO SOBRE PASSAGEM DE LOCAIS COM TRAFEGO RODOVIÁRIO OU FERROVIÁRIO

Os participantes devem ter em consideração que não haverá qualquer corte de trânsito em vias onde a circulação automóvel seja possível devendo cumprir escrupulosamente todas as normas aplicáveis aos peões. 

2.11. PENALIZAÇÕES/ DESCLASSIFICAÇÕES

2.11.1 - Os participantes que não cumprirem as normas constantes no regulamento serão impedidos de participar se a infração respeitar a procedimentos prévios à Partida e desclassificados se a infração respeitar a atos que ocorram durante a realização do evento. De modo a salvaguardar o direito dos concorrentes à 

Reclamação será permitida a continuidade em prova, salvo o previsto no ponto 2.11.2. 

2.11.2 - A equipa médica da prova, devidamente identificada, poderá dar Ordem de retirada a um concorrente que, de acordo com o seu parecer médico, não reúna condições de continuar sem fazer perigar a sua saúde.  

2.11.3 – A Direção da corrida poderá aplicar outras sanções que salvaguardem a verdade desportiva.   

2.12. RESPONSABILIDADES PERANTE O ATLETA/ PARTICIPANTE

2.13. SEGURO DESPORTIVO

Será subscrito um Seguro por participante de acordo com a lei em vigor para os concorrentes devidamente inscritos. Caso algum dorsal seja utilizado durante a prova por concorrente não devidamente inscrito fica claro que a Organização e a Seguradora não assumem qualquer responsabilidade por tudo o que decorrer desse ato ilegítimo.  

Compete ao Participante acionar o Seguro em caso de necessidade preenchendo e entregando na Seguradora a correspondente Participação de Acidente. A Organização fornecerá o número da Apólice e o manual de procedimentos com as normas acordadas mas não lhe compete o encaminhamento administrativo do mesmo nem assumirá o pagamento de qualquer despesa resultante do incumprimento do 11 normativo acordado ou do não acordo entre o Sinistrado e a Seguradora.